Balada para Bill Shatner

Pois vejam bem, cá estou a ouvir o Radio Drama da BBC – The Lord of The Rings, uma excelente sugestão para os nobres leitores do Ao Sugo que estão interessados em ouvir a nossa obra favorita de Tolkien com um Frodo Bolseiro de Ian Holm aceitável (e não aquele arremedo de hobbit que temos nos filmes de Peter Jackson). Pois é, me empolguei e, numa agradável conversa com nosso camarada de viagem, o Sr. Marcus Vinícius, achamos que seria deveras pertinente disponibilizar para os nossos interessantíssimos leitores uma peça musical de qualidade ímpar. Como disse o nobre Sr. Marcus, este Frodo Bolseiro coube tão bem à aventura tal qual três belos fios das madeixas de Galadriel serviram aos amores e humores de Gimli, filho de Glóin. Ora pois aqui atesto, este Frodo de Ian Holm foi tão bom que virou Bilbo!

Continuar lendo “Balada para Bill Shatner”

A Moral da História

A Moral da História

Acreditem, o meu Neverending Story finalmente chegou. Possui 445 páginas, com ilustrações e tudo mais, mas ainda não poderei começar a leitura. Por quê? Bem, talvez isso destrua a minha imagem perante muitas pessoas e até mesmo leitores do Ao Sugo, mas, rs, não dá: estou terminando de ler só agora o Harry Potter and The Deathly Hallows. Ganhei o livro em setembro do ano passado da minha mãe, mas estive tão atolado de coisas para fazer para a universidade que não pude ler naquele momento. Em todo caso, futuramente eu retorno para comentar o último livro (último mesmo? Ao que parece, JK Rowling já admitiu a possibilidade de continuar a escrever, mesmo estando mais rica que a rainha da Inglaterra).

Continuar lendo “A Moral da História”