Dragonlance – Mais do que dragões, elfos e lanças: temos kenders!

Dragonlance – Mais do que dragões, elfos e lanças: temos kenders!

DD Logo

Dragonlance

Saudações! Vim aqui escrever um pouco sobre Dragonlance e RPG, respondendo a um convite que fiquei muito honrado de receber. Preciso dizer que a minha experiência no assunto não é extensa, mas acho que consigo fazer uma introdução para quem não conhece estes livros, ou talvez trazer uma leitura agradável e divertida para quem já os conhece. Continuar lendo “Dragonlance – Mais do que dragões, elfos e lanças: temos kenders!”

A mente fantástica de J.R.R. Tolkien

A mente fantástica de J.R.R. Tolkien

Dois de setembro de 1973

Bornemouth, condado de Dorset, Inglaterra: o linguista, acadêmico e autor de sucesso J.R.R. Tolkien falece aos oitenta e um anos de idade. Conhecido por sua grande trilogia de mais de 500 mil palavras, O Senhor dos Anéis, Tolkien tornou-se um ídolo principalmente nos anos 1960, graças a sua obra que descrevia a guerra entre o bem e o mal definitivo.

Ao ler um obituário inglês há aproximadamente 40 anos, seria possível deparar-se com palavras muito próximas das apresentadas acima. A cinzenta manhã daquele domingo trouxe uma tempestade desanimadora para os fãs do escritor britânico, que aprenderam a amar a literatura fantástica de um mestre da filologia de forma férrea e constante.

Continuar lendo “A mente fantástica de J.R.R. Tolkien”
A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas

A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas

Bem-vindo a Ithildin. Esse texto tem uma resposta em Falando sobre Histórias de Fadas, leia aqui.

É raro conhecer alguém que saiba com um pouco mais de exatidão em que consiste um Conto de Fadas. E muitos ainda relegam sua importância. E por “importância” eu não me refiro à ideia de que Contos de Fadas trazem moralidades implícitas, mas na verdade de que eles, por serem fantasia, já ocupam um lugar verdadeiramente importante na formação do intelecto de uma pessoa.

Continuar lendo “A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas”