O Mundo Mágico de Harry Potter

O Mundo Mágico de Harry Potter

A expressão que mais ouvi sobre o sétimo livro da série do bruxo britânico (já não vejo mais razão para chamar o marmanjão Harry Potter de “jovem bruxinho”, já que neste último livro ele aparece com 17 anos e posteriormente muitos anos mais velho) foi “previsível” ou “previsível demais” ou “bastante previsível”… bom, digo eu então, “que bom, não?”

Continuar lendo “O Mundo Mágico de Harry Potter”

Cantando Star Wars?

HolonetAh sim, fim de ano me lembra Star Wars, não tem como, também não sei por quê. Mas falou em fim de ano não tem como esquecer John Williams, o compositor de trilhas sonoras mais bem-sucedido da atualidade.

De suas trilhas mais conhecidas temos Star Wars, Indiana Jones, Jurassic Park, ET – O Extraterrestre, Tubarão, Harry Potter, Esqueceram de Mim, Superman, Memórias de uma Geisha… lista infindável. Continuar lendo “Cantando Star Wars?”

A (boa) nova e velha fantasia

Stardust

Olá mais uma vez a todos vocês leitores do Ao Sugo e já peço desculpas pela ausência, justificada por uma série de compromissos aqui. Mas pois bem, venho aqui inspirado para escrever este artigo em plena madrugada, às 3:15 da manhã, logo após ter assistido, finalmente, Stardust. Bom, para aqueles que não conhecem, Stardust foi escrito por Neil Gaiman e ilustrado por Charles Vess nos anos 90 do século passado, fugindo bastante de outras de suas obras consagradas como Sandman, Noites Sem Fim, Mirrormask ou mesmo Coraline, que ganhará sua versão na telona muito em breve (isso para dizer dos sucessos que chegaram aqui no Brasil né, porque se formos considerar sua produção lá fora, teríamos outro artigo). Continuar lendo “A (boa) nova e velha fantasia”

A Moral da História

A Moral da História

Acreditem, o meu Neverending Story finalmente chegou. Possui 445 páginas, com ilustrações e tudo mais, mas ainda não poderei começar a leitura. Por quê? Bem, talvez isso destrua a minha imagem perante muitas pessoas e até mesmo leitores do Ao Sugo, mas, rs, não dá: estou terminando de ler só agora o Harry Potter and The Deathly Hallows. Ganhei o livro em setembro do ano passado da minha mãe, mas estive tão atolado de coisas para fazer para a universidade que não pude ler naquele momento. Em todo caso, futuramente eu retorno para comentar o último livro (último mesmo? Ao que parece, JK Rowling já admitiu a possibilidade de continuar a escrever, mesmo estando mais rica que a rainha da Inglaterra).

Continuar lendo “A Moral da História”