Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante…

Assim como em se tratando de blog, podcasting, twitter, facebook, orkut, multiply e afins eu ainda encontro uma grande resistência da minha parte quanto aos e-books e audiobooks. Em relação aos e-books eu já comentei a minha opinião brevemente em dois ou três oportunidades aqui no Ao Sugo, todavia, sempre que há outra chance, não … Continue lendo Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante…

Roupas invisíveis

As indústrias de desenvolvimento tecnológico têm crescido. A cada dia, são criados robôs numa incessante busca à semelhança com os seres humanos. As pesquisas trazem, cada vez mais para perto, os delírios da imaginação da Ficção Científica, e torna mais evidente as possibilidades de criaturas que antes só poderiam povoar os nossos sonhos, as páginas … Continue lendo Roupas invisíveis

Conectado no Cyberpunk

ois é, desde os anos 60 do século passado que a Ficção Científica começava a duvidar do motor que a criou, o progresso e a ciência, reflexo dos problemas sociais e ambientais que começavam a pipocar num nível exorbitante em todo o mundo. Aí surgem os “pais” do que no futuro seria chamado do "Movimento", posteriormente "movimento cyberpunk", por exemplo com Philip K. Dick e seus Replicantes em Do Androids Dream of Electric Sheep, livro que posteriormente inspiraria a grande obra do cinema Blade Runner