Quando não temos mais o que falar

james_dean

Há pouco apanhei uma revista aqui em casa que tinha como dizeres na reportagem de capa algo parecido com “Os jovens de hoje em dia estão perdidos”. Com certeza um título polêmico e digno de nota, instigando o leitor a, primeiro, comprar a publicação e, segundo, abrir na referenciada página para sabermos qual o mais novo pavor da sociedade moderna. E assim o fiz. Continuar lendo “Quando não temos mais o que falar”

Lugar Nenhum

Lugar Nenhum

Assisti neste domingo a um documentário no The History Channel chamado “Cidades Ocultas” que sempre conta sobre os subterrâneos ou alguns segredos sórdidos de alguma cidade famosa, desta vez falando sobre os túneis secretos de Portland, Oregon. De acordo com o programa, dada a corrida do Ópio e a escassez de marinheiros para perfazer a rota dos EUA/Inglaterra até a China no século XIX , vários traficantes de escravos – brancos – construíram embaixo de Portland toda uma rede de  túneis subterrâneos onde mantinham bêbados das tavernas da região, prostitutas e demais desafortunados destinados ao tráfico, tudo embaixo dos pés dos habitantes da cidade… Imaginem a situação, você está jantando na sala com sua esposa e filhos… um belo Peru de Ação de Graças… Ao mesmo tempo em que, bem debaixo dos seus pés, não só alguém é mantido em cativeiro como existe uma outra cidade, com suas rotinas e cotidianos sem a menor chance de ver a luz do Sol.

Continuar lendo “Lugar Nenhum”
E He-Man já foi Conan: a lenda urbana

E He-Man já foi Conan: a lenda urbana

Lembram-se do He-Man, aquele homenzarrão loiro que bradava sua espada sob os poderes de Grayskull? É, isso passava nas manhãs da Globo no Xou da Xuxa, na TV Colosso e, segundo dizem, passou por uns tenpos na TV Record, contando as histórias do herói de Eternia em combate constante contra Esqueleto e seu séquito, Maligna, Mandíbula, Homem-Fera, todos habitantes da Montanha da SerpenteContinuar lendo “E He-Man já foi Conan: a lenda urbana”

Caso Isabella, Copa do Mundo e Restos de Comida

 

O “Caso Isabella”; eis a mais nova mania nacional. Ouviram falar disso? Oras, todos ouviram. Esteve nas bocas e letras dos mais diversos instrumentos midiáticos no último mês. Sim, é isso que você ouviu. A desgraça aconteceu já há mês; dia 29 de março, para ser exato. Dos telejornais a jornais impressos, das revistas aos programas toscos que povoam a TV aberta. Dos parentes à tia da padaria, todo mundo fala do “Caso Isabella”. Ou então de um padre que voa com bexigas; mas o Mr. Bean já fez isso há muito tempo com um carrinho de bebê. As coisas se copiam mesmo. Continuar lendo “Caso Isabella, Copa do Mundo e Restos de Comida”

A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas

A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas

Bem-vindo a Ithildin. Esse texto tem uma resposta em Falando sobre Histórias de Fadas, leia aqui.

É raro conhecer alguém que saiba com um pouco mais de exatidão em que consiste um Conto de Fadas. E muitos ainda relegam sua importância. E por “importância” eu não me refiro à ideia de que Contos de Fadas trazem moralidades implícitas, mas na verdade de que eles, por serem fantasia, já ocupam um lugar verdadeiramente importante na formação do intelecto de uma pessoa.

Continuar lendo “A Verdadeira Inocência dos Contos de Fadas”