Revisitando a Nova Trilogia

1 de julho de 2002. Exatos 3 dias antes do meu aniversário de 7 anos. Foi nesse dia que estreou o filme Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones. Fui na pré-estreia na meia noite do dia 30 de maio para assistir ao filme. Obviamente quem realmente queria assistir ao filme era meu pai, mas… Continue Reading


O novo filho de Eduardo Spohr – Filhos do Éden

Sou um apoiador entusiasta da produção literária brasileira nos campos (diversos) da Ficção Científica e da Fantasia. Esse entusiasmo foi marcado ao final de 2012 e o início do ano de 2013 pela leitura de produções literárias nos dois campos supracitados (Ficção Científica e Fantasia) e, para meu gosto, por dois livros bons. Na Ficção… Continue Reading


Janela Indiscreta

Este post é para você que esperou até o último momento a revelação da espionagem de Jefferies como mero delírio, duvidando de seus métodos de percepção. Você, entretanto, que prenunciou fortuitamente o final do Hitchcock: azar o seu, não se deixou levar pelos meandros da focalização. Aham, estou falando de Janela Indiscreta (Rear Window, 1954),… Continue Reading


O futuro do futuro

Um ensaio de ficção científica: o relato de uma trilheira solista usando todos seus recursos para sobreviver à um acidente em um lugar nada amigável Bad Romance de Lady Gaga começa a tocar. Acordo, bêbada de sono. Detesto levantar cedo, sempre detestei. Acendo a luz vermelha pendurada no teto, pego a embalagem hermética de ovos… Continue Reading


Um mundo fantástico… Inteiramente seu.

Quantas foram as vezes em que você ficou na frente de um PC ou notebook (ou máquina de escrever para os leitores acima das 40 primaveras) e o número de primeiras páginas escritas ultrapassou em espessura uma nova edição de As Crônicas de Nárnia? Não que você tenha gasto muito papel, mas essas primeiras páginas,… Continue Reading


Quer um pouco de Melange?

Sou um pouco suspeito de escrever sobre Duna. Simplesmente a considero a maior obra de ficção científica (e até fantasia, se for o caso e se for possível comparar) de todos os tempos.  E vou dizer, aqui no Ao Sugo, por que raios da conta eu a considero a obra. Sabe quando alguém vem e… Continue Reading